header bbs.png

Relatórios de Xehanort

Symbol_-_Heart2.png
contact_headersss.png

Carta de Xehanort

Ventus obtém a Carta de Xehanort após deixar Land of Departure.

Por favor, aceite minha mais profunda gratidão pelo convite para testemunhar a ascensão de seus pupilos ao cargo de verdadeiros Mestres da Keyblade. Foi um pesado manto que nosso Mestre pôs sobre os teus ombros ao nomeá-lo Sucessor, mas apesar de tudo você persistiu e formou dois Mestres por si só. Sei que não deve ter sido fácil.
Nós passamos por terríveis desavenças no passado por uma mera divergência de opiniões, e alguns anos atrás eu lhe ataquei egoistamente com os meus próprios fardos. Eu penso em você como meu irmão mais novo, e ainda assim, tolo como sou, jamais me propus, mesmo diante de incontáveis oportunidades, a desculpar-me ou agradecer-lhe por abrir sua casa ao rapaz. E mesmo assim, nem por uma vez você me culpou; pelo contrário, cá está você me convidando para tão importante cerimônia. Pretendo estar lá para oferecer-lhe toda a minha bênção.
Nosso Mestre escolheu seu herdeiro com sabedoria. Nossa tarefa é bizarramente irônica — vigiar a luz das sombras — mas mesmo diante disso, a chama em seu coração e sua infalível dedicação à luz nunca deixam de me impressionar.
Eu estive vagando pelo Mundo, e notei muita escuridão à espreita na luz. Temo que ultimamente, tudo tenha só piorado. Imagino que Yen Sid já lhe tenha contado sobre os Unversed, não? Essas emoções precárias se derivam da negatividade, e posso agora sentir sua presença em praticamente todos os mundos.
E com relação à escuridão: devemos falar sobre outro tópico que me preocupa, um relacionado à cerimônia que se aproxima. Quando lhe visitei alguns anos atrás, seu pupilo Terra chamou minha atenção. Seu poder é imenso, com toda a certeza, mas eu pude ver uma grande escuridão esperando para despertar dentro de seu coração. Sei que não é da minha conta, mas eu pensaria duas vezes antes de dar as boas-vindas à Terra como um verdadeiro Mestre da Keyblade sem primeiro tomar certas precauções. Quem sabe o exame tradicional, talvez, para ver se ele tem a Marca de Maestria? A escolha é sua, e eu respeitarei humildemente a sua decisão.
Sem mais, me despeço aguardando ansiosamente pela nossa tão aguardada reunião.
Atenciosamente, Xehanort.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort I

Ventus obtém o Relatório de Xehanort I em um baú na Launch Deck (Plataforma de Lançamento) no Espaço Sideral.

Muito tempo se passou desde que deixei o lar de minha juventude para trás, e dentre a diversidade de mundos que visitei desde então, adquiri muita sabedoria. Nessas páginas, pretendo registrar uma porção dessa sabedoria, colocando o curso de minha vida no papel.
Parando para refletir, minha vida e meu destino passaram pela mais considerável mudança quando eu cheguei àquele lugar. Sim, tudo começou quando eu encontrei um Mestre, e outra pessoa que mais tarde eu viria a chamar de irmão — quando encontrei um novo lar.
E então descobri sobre a Keyblade. Por que propósito ela fora gerada, e por quem? Durante meu treinamento como um de seus portadores, os preceitos ofertavam uma clara resposta: a Keyblade existia para que aqueles que cuidavam da luz pudessem proteger o mundo das sombras.
Mas seria essa a VERDADEIRA resposta? Será que não haveria mais? Meu coração buscava sabedoria, e por vezes eu passei a visitar outros mundos — apesar de tais viagens serem proibidas, a menos que o serviço o exigisse — e encontrei o que meu coração buscava.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort II

Terra obtém o Relatório de Xehanort II após derrotar Braig em Radiant Garden.

Nosso Mestre nos instruiu a sempre usar nossas armaduras ao viajarmos por dentre os mundos, para podermos nos defender da escuridão. Mas lá, nas Travessias de Intermédio, eu pude sentir sua força — o poder — e desde então, abdiquei da “proteção” de minha armadura. Me fora dito que a escuridão me devoraria, mas quais temores ela poderia me apresentar, contanto que eu encontrasse a força para controla-la?
O Mundo é vasto — e os mundos dentro do grande Mundo, incontáveis. Como pequenas ilhotas, eles são pontos em um grande Oceano de Intermédio que os mantém ignorantes sobre a existência um do outro, incorruptíveis.
Cada mundo tem a sua própria ordem. Diferente de nós, eles não devem saber sobre o Mundo em sua plenitude, e nós nunca deveremos esclarecê-los a esse respeito.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort III

Aqua obtém o Relatório de Xehanort III em um baú na Casa de Merlin em Radiant Garden.

Em tempos remotos, não havia fronteiras que dividissem o grande Mundo; nada de paredes de luz que separassem cada mundo menor, como ocorre hoje. Nada impedia que um interferisse fisicamente com o outro.
Naquele tempo, o Mundo era encoberto por luz, e existia um grande número de portadores da Keyblade. Mas sem fronteiras, os mundos começaram a disputar pela posse da luz. E foi então que descobriram a verdadeira utilidade da Keyblade. Uma guerra se iniciou quando todos os portadores da Keyblade se enfrentaram para clamar posse de uma poderosa entidade conhecida como Kingdom Hearts.
Kingdom Hearts podia ser descrito como um aglomerado de corações. Mundos também possuem corações, assim como pessoas; o coração de todo mundo fica escondido, fora de vista, além de uma porta oculta. Reunindo-se todos os corações de todos os mundos num só lugar, é possível completar Kingdom Hearts.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort IV

Aqua obtém o Relatório de Xehanort IV após falar com Yen Sid na Torre Misteriosa.

E quando Kingdom Hearts estiver completo, diz-se que aquele que abrir sua porta, dará início a criação do Novo Mundo. Tal feito está acima de qualquer ser humano. Ou podemos dizer de outra forma: quem quer que abra esta porta renascerá como algo muito maior que um ser humano.
Luz e escuridão são dois lados da mesma moeda; sem escuridão, não há luz. A grande guerra por Kingdom Hearts dos portadores da Keyblade foi travada por defensores da luz, servos da escuridão, aqueles que buscavam reconciliar as duas, e aqueles motivados por nada além da cobiça por poder. Toda uma idealização fora formada pelo conflito, e mesmo os mundos que não foram à guerra acabaram tendo-a trazida até eles. No final, todo o Mundo foi tomado pelas trevas.
E foi assim que a ancestral Guerra da Keyblade chegou ao fim. Até hoje, ninguém jamais conseguiu abrir a porta de Kingdom Hearts.
Algum tempo depois, a pouca luz que remanesceu nos corações de alguns poucos deu lugar ao Mundo que conhecemos hoje: um que é feito de muitos mundos por trás de muitas paredes, para que a Guerra da Keyblade não voltasse a se repetir.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort V

Terra obtém o Relatório de Xehanort V após completar a Sinister Sentinel em Mirage Arena.

Hoje, as travessias e corredores que atravessam os mundos só podem ser percorridos por nós, portadores da Keyblade, e por aqueles que se deixaram tomar pela escuridão.
Como portadores, nosso dever é atravessar o abismo dentre os mundos e protegê-los da escuridão, que corrompe e contamina, para que dessa forma o mundo jamais volte a se perder.
Restam agora poucos portadores da Keyblade; sei apenas de alguns poucos fora de minha sociedade. Mas o Mundo é vasto, e pode haver mais de nós lá fora.
São muitos os mundos que existem: além do reino da luz, no qual residimos, há também o reino da escuridão e o reino de intermédio, que conecta os dois. Sem dúvida, o reino da escuridão é um lugar proibido, onde não se deve entrar; me foi dito que todos os que se aventuraram por lá jamais retornaram.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort VI

Aqua obtém o Relatório de Xehanort VI após derrotar Malévola no Domínio Encantado.

Existem três famílias de Keyblades: as Keyblades da luz, que são as que portamos, as Keyblades da escuridão, e as Keyblades de coração.
A primeira e a segunda famílias diferem apenas em origem; Keyblades da escuridão são encontradas no reino da escuridão, e são contrapartes das Keyblades que usamos no reino da luz.
O terceiro tipo de chave, a Keyblade de coração, passou a existir quando o Mundo foi reorganizado depois da Guerra da Keyblade. Sem essa chave, Kingdom Hearts estará eternamente fora do alcance de qualquer um. Apenas reunindo-se sete corações de pura luz — corações completamente desprovidos de escuridão — é possível forjar-se uma Keyblade de coração e abrir-se a porta de Kingdom Hearts.
E, como ressaltado anteriormente, abrir essa porta possivelmente dará a pessoa que o fizer controle sobre todos os mundos e pessoas.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort VII

Aqua obtém o Relatório de Xehanort VII após derrotar Ventus-Vanitas em Keyblade Graveyard.

Eu desvendei o maior mistério das Keyblades — existe um quarto tipo! Além das três famílias de Keyblades, há uma outra “key blade”. Embora pareça a mesma palavra quando se escreve, ela é notavelmente única: A “χ-blade”. E não tenha dúvidas, embora lembre uma Keyblade normal, ela é algo completamente diferente.
Dizem que as Keyblades são contrapartes de Kingdom Hearts criadas pelo homem. A χ-blade por sua vez coexiste com Kingdom Hearts.
Ela só pode ser forjada quando dois corações de equivalente poder se cruzam — um coração de pura escuridão, um coração de pura luz. E quando ela for forjada, Kingdom Hearts aparecerá. Deve ser notado, entretanto, que este Kingdom Hearts é especial. Diferente daquele que se gera, digamos, forçada e artificialmente ao coletar-se corações com a Keyblade, ESSE Kingdom Hearts é uma perfeita e completa união dos corações de TODOS os mundos. Foi certamente por ele que a ancestral Guerra da Keyblade fora travada.
Se for o caso, as paredes que dividem os mundos hoje não são de grande importância. Com a χ-blade, todos os seus corações podem ser instantaneamente reunidos — e a Guerra da Keyblade teria início novamente.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort VIII

Terra obtém o Relatório de Xehanort VIII após derrotar Mestre Eraqus em Land of Departure.

Meu irmão pupilo Eraqus está obcecado. Ele persuadiu a si mesmo a acreditar que a luz é absoluta, mas se esquece que a luz não pode existir sem as sombras. Eu acredito que um balanço de luz e escuridão é o que sustenta nosso Mundo, mas grande parte da escuridão foi reprimida, o que acabou com o balanço. Alguém deve pôr fim a essa tirania da luz e reorganizar o Mundo de forma a trazer a escuridão de volta e criar uma nova ordem e equilíbrio.
Eraqus e eu já não nos olhávamos mais nos olhos. Então, eu parti, comecei a vagar pelo Mundo. Essa deve ter sido a primeira vez em que eu de fato me senti livre desde o dia em que parti de meu lar de infância. Mas livre para quê? Eu já havia demonstrado a Marca e me tornado um Mestre da Keyblade — mas como não fora escolhido para me tornar o Sucessor, tudo o que me restava era me tornar mentor.
Normalmente, Mestres da Keyblade costumam treinar pupilos, jovens de mentes maleáveis, a fim de perpetuar as tradições de portar-se uma Keyblade e assegurar o futuro das gerações que estão por vir. Queria dizer, então, que meu tempo estava chegando ao fim, depois de tudo o que eu havia alcançado desde que abandonei minha terra natal? Eu certamente não ficaria esperando por uma quieta morte, não quando ainda havia tanta coisa que eu precisava ver por mim mesmo. Meu poder é de grande ajuda, sem dúvida, mas meu corpo já é velho demais...

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort IX

Ventus obtém o Relatório de Xehanort IX após deixar Destiny Islands.

Nós, Mestres da Keyblade, temos um dom especial. Podemos extrair um coração, seja o nosso próprio, ou o de outra pessoa. Continuando este ciclo, é possível permanecer eternamente no mundo dos vivos.
Quando menino, eu sonhava em ver os mais longínquos cantos do Mundo. Se eu fosse longe o bastante, deveria haver um mundo lá fora aonde ninguém jamais haveria ido antes. E eu sei que esse mundo existe. Se eu me tornar o primeiro a abrir a porta de Kingdom Hearts, eu posso criar um Novo Mundo, onde luz e escuridão existirão em perfeito equilíbrio.
Mas então, lá estava eu — tinha todo esse conhecimento e um novo propósito em mãos, mas meu corpo era muito velho e débil para tamanho objetivo. Meu próximo passo estava claro: precisava de um novo receptáculo.
E foi quando conheci Ventus e o tornei meu pupilo. Nós estávamos destinados a nos conhecer, e eu podia sentir o potencial dentro dele, mas o garoto tinha bondade demais em seu coração. Eu cheguei a conclusão de que ele seria frágil demais para me servir como receptáculo, e decidi usá-lo para um segundo propósito que tinha em mente.
Eu removeria a escuridão de seu coração e o dividiria em dois. E então eu teria meu coração de pura luz e meu coração de pura escuridão.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort X

Ventus obtém o Relatório de Xehanort X após derrotar Vanitas em Keyblade Graveyard.

Como já era esperado, Ventus não estava em condições de resistir à tamanha adversidade. Eu consegui remover a escuridão dentro dele e criei Vanitas, um coração de pura escuridão, mas Ventus acabou sendo levado pelas correntezas do sono.
O coração de pura luz de Ventus e o coração de pura escuridão de Vanitas... se ambos pudessem se fortalecer o bastante para se enfrentarem um dia, eu sabia que a χ-blade seria forjada.
Mas Vanitas tomou muito do coração de Ventus, e com esta fratura, eu pude ver que o que restava da luz de Ventus estava se desvaindo. O rapaz merecia um lugar para passar seus últimos momentos em paz. E o que mais poderia me vir à mente se não minha própria terra natal?
Minhas pernas espontaneamente me levaram lá, e assim que cheguei àquela mesma praia onde havia tomado minha decisão tantos anos atrás, pensei: nem uma única coisa havia mudado. Aqui, neste quieto mundo, o tempo parece estagnado. Satisfeito com o fato de que Ventus encontraria paz ali, eu virei as costas — mas então, o garoto ergueu sua Keyblade. A luz dentro de si não havia morrido.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort XI

Terra obtém o Relatório de Xehanort XI após derrotar Terra-Xehanort em Keyblade Graveyard.

Os poderes e aptidões de Ventus e Vanitas eram tão dispares que eu não poderia treiná-los juntos; caso o fizesse, a escuridão de Vanitas corroeria toda a pouca luz que restara em Ventus.
É claro, já que eu precisava de um lugar onde a luz do rapaz pudesse florescer, a resposta era óbvia: Eraqus, e sua visão absolutista.
Considerando como seguimos caminhos distintos, imaginei que haveria fricção em nosso encontro — mas pelo contrário, Eraqus parecia deleitado por me ver novamente. Ele prontamente concordou em cuidar de Ventus. Agora eu apenas precisava esperar que o coração do garoto se fortalecesse.
Eu já não visitava este meu segundo lar há algum tempo, e descobri que Eraqus já havia encontrado dois pupilos para si. Dentro de um deles, Terra, eu senti algo. O rapaz, apesar de suas boas intenções, anseia desenfreadamente por poder. E esse tipo de voracidade é ideal para semear a escuridão.
Ele será o receptáculo perfeito.

contact_headersss.png

Relatório de Xehanort XII

Ventus obtém o Relatório de Xehanort XII em um baú no Seat of War em Keyblade Graveyard.

A hora chegou. Eraqus me notificou que seus pupilos estão para se tornar verdadeiros Mestres da Keyblade. Terra e Aqua... Será fácil agora atraí-los para o mundo exterior. Mas Ventus! Eu não chegarei a lugar algum sem ele.
Vanitas pode sentir um pouco do que Ventus sente, e disse que Terra é a chave. Ventus ama Terra como um irmão de verdade desde que ele lhe deu sua velha Keyblade de madeira. Parece que encontramos uma ponta solta que podemos utilizar para entrar no coração de Ventus.
O primeiro passo é isolar o Terra; então, precisamos plantar as sementes da dúvida em Ventus.
Deixar que ele leve sua tênue luz, enquanto busca por seu irmão, para dentre a escuridão.
Deixar que a escuridão torne sua luz mais forte, e então deixar que a luz aprofunde a escuridão. E quando as duas finalmente se encontrarem, tudo o que diz as lendas se concretizará.

Symbol_-_Heart2.png